Convocações e edital – IBGE – PRF – BB

Convocações e edital – IBGE – PRF – BB

IBGE anuncia banca organizadora e distribuição de vagas por estado;

PRF ansiosa pela aprovação de pedido para concurso;

e convocações referentes ao último concurso BB são confirmadas!

 

 


IBGE

No último dia 30 de março, o IBGE divulgou que a Fundação Getúlio Vargas (FGV) será a banca organizadora do concurso público com oferta de 26.440 vagas que visam atender ao Censo Agrupecuário.

 

Saiu a distribuição das vagas por estados do concurso IBGE 2017, que contará com 26.010 oportunidades temporárias e cujo primeiro edital sairá na próxima segunda-feira, dia 10, e o outro, com mais vagas, no dia 24 deste mês.

 

Vagas e Salários:

  • Analista Censitário – 266 vagas (nível superior, salário de R$ 7.624,00);
  • Agente Censitário Regional – 375 vagas (nível médio e habilitação, no mínimo, categoria “B”, salário de R$ 3.458,00);
  • Agente Censitário Administrativo – 381 vagas (nível médio, salário de R$ 2.018,00);
  • Agente Censitário Municipal – 1.285 vagas (nível médio);
  • Agente Censitário Supervisor – 4.946 vagas (nível médio);
  • Agente Censitário de Informática – 174 vagas (nível médio/técnico);
  • Recenseador – 19.013 vagas (nível fundamental).

 

Dentre os estados com mais vagas estão

  • Bahia (3.513 vagas)
  • Minas Gerais (2.627),
  • São Paulo (1.7080)
  • Ceará (1.314),

 

Serão dois editais, um com 1.071 vaga e outro, com 24.439.

 

A remuneração para os cargos de nível superior será de R$ 7.624,00, já para os cargos de nível fundamental e médio varia de R$ 2.018,00 a R$ 3.458,00, respectivamente. O prazo de duração dos contratos deverá ser de um ano, porém pode ser prorrogado até o limite máximo de três anos.

Os candidatos aprovados e contratados pelo IBGE farão jus a 13º salário, férias e auxílio-alimentação.

O GRANDE destaque do concurso é o recenseador (19.013 vagas), cargo que exige apenas o nível fundamental, pois tem ganhos de R$3 mil (varia de acordo com as pesquisas coletadas).

 


 

PRF – Polícia Rodoviária Federal

Polícia Rodoviária Federal (PRF) trabalha no aperfeiçoamento de seu edital enquanto aguardo autorização para o concurso.

 Desde agosto do ano passado, a corporação já trabalha em uma proposta de edital, enquanto aguarda o sinal verde para a abertura da seleção.

Após autorização, edital da PRF sai em até três meses

O pedido para o concurso continua sob análise do Ministério da Justiça, para em seguida ser encaminhado ao Ministério do Planejamento. Assim que for autorizado, o edital sairá em curto espaço de tempo.

 

Segundo coordenador geral de Recursos Humanos da corporação, Jesus Caamaño: “o edital deverá sair em torno de dois a três meses. Será o tempo necessário para escolher a banca organizadora.

 

Hoje a PRF tem déficit de 2.500 policiais e 3.600 servidores que já reúnem as condições necessárias para se aposentar. A atual proposta de reforma da previdência deve fazer com que muitos desses servidores façam jus ao seu direito de aposentadoria.

 

O cargo de policial rodoviário federal tem requisito de formação superior em qualquer área, além de carteira de habilitação, na categoria B ou superior. A remuneração inicial oferecida é de R$9.501,98, já incluindo o auxílio-alimentação, de R$458. Há reajuste aprovado, aumentando os iniciais para R$9.931,57 em 2018 e para R$10.357,88 em 2019. O último concurso para o cargo foi aberto em 2013, tendo sido organizado pelo Cespe/UnB.

 


 

BB – Banco do Brasil

o BB convocar – ainda esse ano os aprovados do concurso escriturário do BB 2015.

Foram 860 vagas, sendo 95 IMEDIATAS (que serão chamadas esse ano) e 765 (em cadastro de reserva) para os estados da Região Nordeste (Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe).

 

Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA o diretor de Gestão de Pessoas do Banco do Brasil (BB), Caetano Minchillo, disse:

 

“Temos o compromisso de convocar entre 80 e 90 pessoas dentro desse concurso. Não saberia dizer aqui as localidades, mas estamos avaliando muito bem a necessidade, porque é um compromisso. Quando abrimos um concurso, a gente declara a quantidade de vagas, então até novembro e dezembro eles serão chamados. Estamos avaliando quais serão as áreas que vão necessitar para realizarmos essa chamada”

 

Na mesma entrevista, o diretor foi questionado sobre posição do BB frente à aprovação do Projeto de Lei nº 4.302/98, que trata da terceirização irrestrita no país, Caetano Minchillo destacou que o BB não tem planos de contratar terceirizados para a atividade-fim.

 

“Nós não temos ainda a dimensão da regularização da PL da Terceirização. Nós estamos acompanhando o desenrolar da tramitação no Congresso Nacional, mas isso vai passar ainda por uma regulamentação, não está muito claro como vai ficar. No entanto, não há nenhuma previsão de mudança no banco em torno desse tema. O banco dentro do seu business, aquilo que a gente chama de atividade funcional, continuará sendo feito por meio de pessoas concursadas”, informou.

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *